INSS Atrasado: como regularizar?

Veja como regularizar seu INSS atrasado. A contribuição com o INSS garante que o profissional tenha direito a todos os benefícios pagos pela Previdência Social, entre os principais, a aposentadoria e o auxílio-doença. O pagamento é obrigatório para todos os trabalhadores registrado e para autônomos é opcional.

Quando o profissional é registrado e trabalha sob regime da CLT, a contribuição é de responsabilidade do empregador e do empregado a empresa obrigada a realizar o desconto do pagamento de cada um dos funcionários e encaminhar o valor ao INSS. Já o contribuinte individual, após fazer o cadastro no INSS tem o dever de fazer o pagamento mensalmente, através da GPS.

Muitos contribuintes individuais estão com as guias do INSS atrasadas. (Foto: Divulgação)

Muitos contribuintes individuais estão com as guias do INSS atrasadas. (Foto: Divulgação)

INSS atrasado

O desconto referente ao INSS é figurado no holerite, no caso de empregados registrado. O valor pode variar de acordo com a remuneração mensal de cada um, no entanto, é sempre entre 8% e 11% do salário mensal. Quando nada consta no holerite é necessário buscar informações na empresa, além disso, é possível verificar todas as contribuições já feitas através de qualquer unidade do INSS, basta informar o PIS/PASEP.

Atraso de INSS do contribuinte individual

O atraso de INSS do contribuinte individual é bem mais comum, já que o próprio trabalhador é responsável por fazer o pagamento mensal da contribuição por meio da Guia da Previdência Social, que deve ser paga sempre na data especificada pelo INSS.

Será necessário fazer um novo cálculo. (Foto: Divulgação)

Será necessário fazer um novo cálculo. (Foto: Divulgação)

Por este motivo o INSS disponibilizou uma ferramenta online, onde é possível que todos os contribuintes individuais, seja ele autônomo, facultativo, segurado especial, trabalhador doméstico e filiados realizarem a consulta de todos os pagamentos já realizados e caso houver, a quantia de contribuições atrasadas.

Cálculo das guias em atraso

O cálculo das guias em atraso do contribuinte individual é feita pelo SAL (Sistema de Acréscimos Legais) da Previdência. Para isso, é preciso que o segurado acesse o SAL e escolha o módulo compatível com o seu tempo de contribuição, dois módulos estão disponíveis atualmente, um para quem se tornou contribuintes antes do dia 29/11/1999 e outro para quem passou a contribuir após essa data.

Em seguida será necessário informar alguns dados individuais, como tipo de contribuinte e número do NIT/PIS/PASEP. Após confirmar o código de segurança da tela, uma nova página será disponibilizada com informações sobre o último pagamento realizado e a quantidade a ser paga para regularizar a situação.

Como regularizar INSS atrasado?

Para regularizar o INSS em atraso, o contribuinte deve comparecer ao órgão para verificar se as contribuições em atraso estão em período prescrito ou não prescrito. A partir daí o contribuinte será instruído sobre como realizar o pagamento.

Procure uma agência do INSS para regularizar a situação. (Foto: Divulgação)

Procure uma agência do INSS para regularizar a situação. (Foto: Divulgação)

O período prescrito corresponde a toda contribuição atrasada há mais de cinco anos, contados com base na data de consulta, nesse caso, é necessário comprovar pelo menos uma contribuição paga sem atraso antes do acumular contribuições não pagas. Já o não prescrito é a dívida com menos de cinco anos, a regularização é mais simples e necessita apenas da comprovação do exercício de atividade remunerada.

Vale destacar que o INSS oferece opções de parcelamento para que os contribuintes individuais possam quitar a dívida, no entanto, o valor devido deve ser inferior a 1 milhão de reais. O órgão aceita o pagamento em até 60 prestações, desde que cada parcela não seja inferior a 100 reais.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 10

INSS Atrasado: como regularizar?

2 comentários

  • jair hafemann:

    Minha esposa esta em casa, mas paga o INSS para aposentadoria por tempo de servi;o.
    Algumas parcelas n’ao foram pagas, umas cinco em três anos.
    Como faco para paga-las

    Responder
  • Maria nascimento da Silva:

    Meu GPS tá atrasado o mês de janeiro quanto vou pagar de juros

    Responder

Comente