Descontos no salário do trabalhador brasileiro: descubra quais são

Você é funcionário de uma empresa e trabalha com carteira assinada? Então é importante que tenha consciência dos descontos no salário do trabalhador brasileiro. Leia a matéria e veja quais são os valores descontados da remuneração bruta.

Ao ser registrado numa empresa, o trabalhador toma conhecimento do seu salário bruto, mas logo fica desanimado por causa dos descontos que incidem na folha de pagamento. Após vários valores descontados, sobra o salário líquido, ou seja, a remuneração que de fato cai na conta todo mês.

Os descontos no salário do trabalhador brasileiro aparecem no holerite.

O salário base do trabalhador pode sofrer vários descontos. (Foto: Divulgação)

Quais são os descontos no salário do trabalhador brasileiro?

A contribuição com o INSS e o Imposto de Renda são os principais descontos no salário do trabalhador brasileiro, que incidem mensalmente. Existem, no entanto, outros valores que são debitados da remuneração bruta, como é o caso da contribuição sindical, vale transporte e plano de saúde.

Confira a seguir informações sobre cada desconto e entenda melhor como funciona cada um:

Desconto do INSS

Todo trabalhador com carteira assinada precisa contribuir com o INSS. Através dessas contribuições mensais, ele tem direito aos benefícios previdenciário, como aposentadoria, salário maternidade, auxílio-doença, entre tantos outros.

O desconto da contribuição incide na folha de pagamento. Ele varia de 8% a 11%, dependendo do salário do trabalhador.

De acordo com a tabela de contribuição mensal, quem recebe até R$ 1.659,38 tem desconto de 8% no salário para pagar INSS. Já os trabalhadores com salário entre R$ 1.659,39 e R$ 2.765,66 pagam 9% de contribuição. O desconto de 11% é direcionado aos empregados que recebem de R$ 2.765,67 até R$ 5.531,31 por mês.

Imposto de Renda

Ao observar o seu holerite, o trabalhador notará um desconto intitulado de IRRF. Trata-se do Imposto Retido na Fonte, ou seja, o Imposto de Renda. O desconto do IR é calculado com base no valor do salário menos o INSS.

O imposto de renda também é descontado do salário bruto. (Foto: Divulgação)

Contribuição sindical

O trabalhador precisa pagar a contribuição sindical, que corresponde a um dia de trabalho descontado da folha de pagamento ao ano. Com a nova lei trabalhista, no entanto, esse desconto se tornou opcional.

Benefícios trabalhistas

As empresas costumam compartilhar os custos dos benefícios com os funcionários, por isso fazem descontos no salário base. Vale transporte, vale refeição, plano de saúde e previdência privada são descontados da remuneração.

Faltas

O trabalhador se ausentou em um dia de trabalho e não justificou a falta? Então o seu dia de trabalho será descontado na folha de pagamento. Os atrasos também podem causar descontos no salário.

Exemplo prático

Leandro é advogado e trabalha no escritório de um banco privado em São Paulo. O seu salário base é de R$4.685,00. Esse valor, no entanto, sofre descontos de R$515,35 (referente ao INSS) e de R$302,04 (de IRRF). A sua remuneração, portanto, tem um total de descontos de R$817,39. Isso significa que Leandro recebe valor total líquido de R$3.867 por mês.

E aí? Você ainda tem dúvidas com relação aos descontos no salário do trabalhador brasileiro? Deixe um comentário.

Avalie este conteúdo!

Avaliação média: 5
Total de Votos: 1

Descontos no salário do trabalhador brasileiro: descubra quais são

Comente